17.1.18

Benefícios do Kefir


O kefir é uma bebida probiótica com efeitos comprovados para a saúde. Possui uma aparência aproximada ao leite coalhado e sabor parecido ao iogurte, porém um pouco mais ácido. É produzida com a imersão temporária dos grãos de kefir em leite ou água açucarada, conforme o tipo.

Os grãos são compostos por colónias de microorganismos amigáveis que ajudam a equilibrar a nossa flora intestinal e a melhorar a saúde geral. É constituido por uma quantidade considerável de proteínas, vitamina B12, riboflavina (vitamina B2), menaquinona (vitamina K2), calcio, vitamina D  e fosforo. Contém também uma quantidade e qualidade considerável de aminoácidos.

Como funciona o Kefir?


O intestino é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, em conjunto com a flora intestinal é responsável por várias funções importantes como por exemplo a estimulação do sistema imunológico. A flora intestinal é composta por bactéria úteis (Gram-positivas) e por bactérias prejudiciais (Gram-negativas), quando há um desequilíbrio no organismo, o numero de bactérias más predomina e a saúde sofre as consequenciais. A maior vantagem do kefir é precisamente ajudar a melhorar a flora intestinal, ao colonizar o intestino de bactérias boas e ao ajudar a eliminar os micro organismos patogénicos.

Principais benefícios do Kefir


  • Regenera a flora intestinal
  • Fortalece o sistema imunologico
  • Previne diarreias e prisão de ventre 
  • Reduz o colesterol
  • Regula a pressão arterial
  • Auxilia nos processos de emagrecimento
  • Ajuda a prevenir alergias
  • Beneficia o aspecto da pele unhas e cabelo
  • Melhora a saúde dos ossos
  • Reduz as crises de asma e bronquite
  • melhora os quadro de depressão e ansiedade

Previne o cancro: Segundo um estudo realizo no Canadá pela Universidade McGill, os extractos de kefir contém substancias que inibem o crescimento das células de cancro da mama. Sabe-se também que o kefir têm acção antioxidante e ajuda a melhorar o sistema imunitário, dois processos importantes na luta contra o cancro.

Melhora a saúde dos ossos: O kefir de leite contém cálcio e vitamina K2, ela desempenha um papel essencial no metabolismo do cálcio. Melhora a absorção do cálcio pelos ossos, consequentemente a densidade óssea aumenta e deste modo previne-se e melhora-se os quadros de osteoporose.

Ajuda no tratamento da depressão: O kefir possui triptofano, uma substancia que promove a sensação de bem estar e felicidade. Como tal tal é considerado um bom aliado nos tratamentos médicos contra a depressão, ansiedade, instabilidade do humor e ataques de pânico.

Aumenta a imunidade: Calcula-se que 80 % das células do nosso sistema imunitário se encontram nos intestinos. Elas ajudam-nos  a combater agentes patogénicos e toxinas, desta forma protege-nos contra diversas doenças. Mas quando há um desequilibro na flora intestinal, estas funções alteram-se e o corpo sofre as consequenciais. O consumo de kefir ajuda a restaurar o equilíbrio dos intestinos ao fornecer um conjunto de bactérias úteis à flora intestinal.

Ajuda nos processos de emagrecimento: Quando se fala sobre emagrecimento, todos sabemos que os milagres não existem, o processo exige algumas mudanças e algumas privações. Contudo sabe-se que os probióticos ajudam, regulam os níveis de insulina, reduzem a compulsão alimentar, auxiliam na utilização dos carboidratos, das proteínas e das gorduras para o crescimento das células e geração de energia. (Perder peso cuidando da flora intestinal)

Melhora a saúde vaginal: A proximidade entre o ânus  e a vagina leva a que muitos dos microorganismos nocivos dos intestinos infectem a vagina e aumenta a ocorrência de doenças do trato ginecológico como a infecção urinária e a candidíase de repetição. A ingestão de kefir ajuda a regular o desenvolvimento dos microorganismos nocivos e com isso ajuda a prevenir a incidência das infecções do trato urinário.

Melhora a saúde cardiovascular: O kefir reduz o colesterol, estimula a circulação sanguínea, regula a pressão arterial e deste modo favorece a saúde do coração.


As diferenças entre o kefir de água e o kefir de leite


A começar pelo cultura, existem várias diferenças entre o kefir de leite e o kefir de água. porém tanto um como o outro oferecem grandes benefícios à saúde. Apesar de eles apresentarem benefícios semelhantes, eles são diferentes e não adianta colocar o kefir de leite na água com açúcar, ou o de água no leite, porque não vai funcionar. O kefir de água se alimenta do açúcar mascavo adicionado à água, o kefir de leite se alimenta da lactose do leite. O ideal seria possuir as duas culturas e perceber com qual das duas se adapta melhor.

O kefir de leite: Os grão são cultivados em leite, seja de vaca, de ovelha ou de cabra. As bactérias presentes no kefir metabolizam o açúcar do leite (lactose) e transformam-as em substancias intermediárias como o ácido láctico e outras substancias facilmente assimiláveis pelo corpo.
Embora a fermentação elimine significativamente a quantidade de lactose do leite, não a elimina totalmente e pode levar aos sintomas típicos desta intolerância nos indivíduos mais sensíveis.

O kefir de água: Os grão de kefir de água são uma alternativa do leite, apresentam-se como uma massa mucilaginosa transparente e pequena, com aparência de micro cristais. A fermentação resulta numa bebida acida levemente gaseificada rica em microorganismos benéficos, vitaminas, enzimas e aminoácidos.
Tal como as outras bebidas fermentadas, esta também apresenta uma pequena percentagem de álcool, que pode variar entre os o,5% a 0,75%, consoante o tempo de fermentação e da quantidade de açúcar.

Como preparar o kefir


Antes de mais, para preparar o kefir é necessário adquirir os grãos, uma vez obtidos poderá produzir o seu próprio kefir em casa por tempo indeterminado. Apenas necessita de os cultivar ou guardá-los em condições especiais enquanto não são usados. A maneira mais usual de conseguir os grãos é através da doação e existem inúmeros grupos de facebook para o efeito.
Convém salientar que o kefir não deve entrar em contacto com nenhum tipo de metal, os objectos escolhidos para a sua preparação devem ser de vidro, plástico, ou madeira.

Kefir de leite: A preparação é bem fácil, colocam-se os grãos de kefir no leite e mantém-se em local arejado à temperatura ambiente por aproximadamente 2 dias se pretender uma bebida mais liquida e 4 a 5 dias para uma textura cremosa como a do iogurte. O tempo de fermentação mais curto resulta numa bebida mais suave e doce, um período de fermentação longo resulta num produto um pouco mais azedo e consistente.
A cada semana ou máximo quinze dias lave os grãos de kefir. Coloque-os numa peneira e passe-os  por água mineral, não pode ter cloro.

Kefir de água: A preparação é muito simples, os grãos são cultivados em água adoçada com açúcar mascavado ou sumos naturais.
O kefir pode ser consumido simples, misturado com sumos ou batidos de fruto, porém existem inúmeras outras possibilidades.

Curiosidades sobre o kefir


O Kefir é utilizado há milhares de anos, a sua origem provem da região do Cáucaso. Era usado pelos Muçulmanos que o denominavam de "Grãos do Profeta Mahona"
Consta que nessa altura avia uma tribo que consumia o kefir, os homens apresentavam-se mais fortes, mais saudáveis e restabeleciam-se depressa. Verificando todas estas aptidões, o rei mandou uma Russa bonita (a Irina) seduzir o chefe da tribo e descobrir a razão de toda essa vitalidade. Depois de muitas peripécias e depois de quase se dar uma guerra, o kefir saiu da do Cáucaso e conquistou o Ocidente, através das mãos da Irina.

Ao contrário de outras fermentações como a do iogurte que pode facilmente ser contaminada, a preparação do kefir não oferece riscos de contaminação.

O termo kefir provem do termo turco keif e quer dizer bem estar ou bem viver. Também é conhecido por cogumelos tibetanos, plantas do iogurte, kephir, quefir, kiaphur, tibetanos, kefer, knapon, kepiand e kippi, Búlgaros, iogurte da Bulgária.

Ele também oferece benefícios para alguns animais domésticos, se têm cães lá em casa não hesite em lhes dar kefir. 
5.1.18

Benefícios da levedura de cerveja

Benefícios da Levedura ou levedo de cerveja

A levedura de cerveja é uma das substâncias conhecidas mais ricas em vitaminas e sais minerais. É uma excelente fonte de proteínas, contém um alto teor de vitaminas (entre as quais se incluem as vitaminas do complexo B), sais minerais e todos os aminoácidos necessários ao nosso organismo. Dentro dos vários tipos de levedura, a de cerveja é a mais reconhecida pelos nutricionistas, que a declaram como um dos alimentos mais ricos que a natureza oferece.

A ingestão de levedura de cerveja tem demonstrado vários benefícios para o nosso organismo, previne os transtornos intestinais, controla o colesterol, beneficia os casos de acne, eczema e psoríase, melhora o aspecto da pele, dos cabelos e das unhas e é recomendada nos processos de emagrecimento.

A levedura de cerveja têm origem num fungo (Saccharomyces Cerevisiae). Foi no século XIX que se descobriu mais pormenorizadamente a sua importância para a saúde e o seu elevado teor em nutrientes essenciais. Hoje é um dos mais importantes suplementos alimentares, favorecendo todos os sistemas e actividades metabólicas.

Principais benefícios da levedura de cerveja


  • Melhora a memória e o desempenho intelectual
  • Ajuda a reduzir o acne
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Melhora o funcionamento do fígado 
  • Previne a queda de cabelo e fortalece os fios capilares
  • Melhora o aspecto e a saúde da pele
  • Previne o stress, a fadiga e o cansaço
  • Ajuda na regulação da produção de insulina
  • Desintoxica o organismo
  • Melhora as funções intestinais
  • Melhora a circulação sanguínea 


Propriedades da levedura de cerveja


Trato intestinal: A ingestão da levedura de cerveja tem demonstrado resultados positivos no controlo dos distúrbios intestinais, tais como diarreia ou prisão de ventre. A levedura de cerveja é rica em vitamina B2 (Riboflavina ou Lactoflavina) que favorece a respiração celular e regenera a flora intestinal.

Ajuda a tratar peles com acne: Um dos principais factores que leva a melhoria do acne é o facto da levedura de cerveja melhorar a oleosidade da pele. Além disso, ajuda na recuperação de lesões e de inflamações provocadas pelas espinhas. Contém biotina, que tem uma acção protectora da pele e anti-seborreica.

Melhora as funções do cérebro: A levedura de cerveja auxilia no tratamento e prevenção do stress, do cansaço extremo e da fadiga. Este beneficio deve-se à presença de colina, de inositol e ácidos nucleicos. Estas substâncias ajudam o funcionamento cerebral ao nível da memória, previnem o envelhecimento precoce do cérebro e previnem doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Contém também ácido glutâmico, o único aminoácido capaz de transpor a barreira entre o sangue e o cérebro, sendo geralmente utilizado em quadros de diminuição da memória, em tratamentos anti depressivos, senilidade, esquizofrenia e outros distúrbios cerebrais.

Queda de cabelo: A levedura de cerveja é uma grande aliada da saúde dos cabelos, uma vez que é rica em proteínas, aminoácidos e vitaminas do complexo B, que são fundamentais na nutrição, fortalecimento e saúde dos fios capilares. (Causas da queda de cabelo)

Dietas de emagrecimento: A toma da levedura de cerveja antes da refeição ajuda a criar a sensação de saciedade. Para o efeito, a toma da levedura de cerveja deve ser acompanhada de líquidos. Quando tomada depois da refeição o efeito poderá ser contrário e levar ao aumento de peso. Além disso, a levedura de cerveja ajuda a diminuir a vontade de comer doces devido ao crómio, que ajuda ainda na metabolização dos carboidratos e das gorduras.

Beleza: Como já foi referido, a levedura da cerveja apresenta um alto teor de vitaminas do complexo B, que são uma referência na beleza e saúde da pele, cabelos e unhas. Ajudam, inclusivé, a tratar distúrbios clínicos de peles com acne, eczema e atenua as manifestações da psoríase. Contém também prolina, um componente do tecido conjuntivo, que liga e suporta todos os outros tecidos e deste modo combate a flacidez.

Diabetes: A levedura de cerveja é um suplemento a ter em conta nos portadores de diabetes, ela possui um alto teor de crómio que ajuda a regular o metabolismo do açúcar, além de reduzir o desejo por consumir doces. O levedo pode interferir com os medicamentos da diabetes, converse com o seu médico antes de iniciar a toma.

Melhora a saúde dos nervos: Esta acção é possível pela sua riqueza em diversos nutrientes como aminoácidos, vitaminas do complexo B e sais minerais, inclusivé ferro orgânico. Há efectivamente alguns relatos de melhoria do síndrome do túnel de carpo após a toma de levedura de cerveja.

Favorece o desempenho dos desportistas: A levedura de cerveja aumenta a energia, a resistência, a capacidade e a massa muscular. Além disso, ajuda na recuperação dos treinos e alivia as dores musculares. Por todos estes factores é considerada um suplemento alimentar de eleição para os praticantes de desporto.

Fortifica o sistema imunológico: Além de fornecer várias vitaminas, proteínas e aminoácidos a levedura de cerveja também apresenta ácidos nucleicos, todos juntos ajudam a fortalecer o sistema imunológico e consequentemente protegem o corpo contra diversas doenças.
.
Complementa dietas pobres em nutrientes: O levedo de cerveja também ajuda a repor os valores nutricionais de algumas dietas mais carenciadas. Um bom exemplo são os veganos e os vegetarianos, que não comem carne e, com isso, levam uma dieta pobre em proteínas e pobre em vitamina B 12. É ainda recomendada na dieta de crianças em crescimento, grávidas, idosos e doentes em convalescença.

Acção repelente de insectos: Existem alguns relatos que consideram que ela tem uma acção repelente natural, libertada através do suor, porém não existem comprovações para este facto. Há inclusivé quem administre levedura de cerveja aos cães com o fim de repelir as pulgas.

Contra indicações da levedura de cerveja


A toma da levedura de cerveja associada aos medicamentos para diabéticos pode potenciar a acção dos mesmos, levando a um quadro de hipoglicemia. Poderá também gerar algumas náuseas e levar a um aumento de gases intestinais.

Por norma. a toma de levedura de cerveja é segura, embora em casos raros algumas pessoas poderão apresentar quadros de alergia, que poderão manifestar-se por erupções cutâneas da pele, falta de ar ou dores no peito.

Curiosidades sobre a levedura 


A levedura de cerveja pode ser tomada sob a forma de cápsulas, pó, flocos ou líquida. Pode ser adicionada aos iogurtes, batidos, sumos, sopa, entre outros. No entanto, a levedura de cerveja não deve ser submetida a altas temperaturas pelo facto de perder valor nutricional.

A levedura é responsável pela fermentação de soluções açucaradas. É um fungo unicelular, ou seja, é formado por apenas uma célula. Estas características permitem-lhe crescer e multiplicar-se rapidamente. As leveduras são exploradas pelo homem há milhares de anos, sendo utilizadas na produção de vinhos, de pão e de cerveja. Nem todas as leveduras são benéficas, existem algumas que são patogénicas, como é o caso da Candida albicans que é responsável pela candidíase.
16.12.17

Benefícios da pitaya

Benefícios da pitaya na saúde

A pitaya também conhecida por fruta do dragão é comum na Ásia, na América central e do sul e já começa a ser introduzida noutras partes do mundo. É uma fruta exótica com polpa doce e macia que faz lembrar o kiwi. Provem de um cacto do género Hylocereus também conhecido por cacto de florescência nocturna. É cultivado comercialmente pelo seu fruto, mas também é uma bela planta ornamental com belas flores. (Cultivo da pitaya"fruta do dragão")

Encontra-mos três tipos de pitaya, a que apresenta uma casca rosa e polpa branca (Hylocereus Undatus), a de casca amarela e polpa branca (Hylocereus Megalanthus) e a de casca rosa e polpa avermelhada (Hylocereus Polyrhizus). O sabor das três é muito semelhante e o seu valor nutricional é similar, ambas são ricas em nutrientes como vitamina C, B1, B2, B3, em vários minerais como cálcio, ferro, fosforo, potássio e também acrescem de óleos essenciais como ómega 3 e 6.

Benefícios e propriedades da pitaya para a saúde


Melhora a saúde cardiovascular: A pitaia diferencia-se da maioria dos fruto pelo facto de conter óleos essenciais, principalmente o ómega 3 e 6, que provém das sementinhas que se encontram na polpa do fruto. Estes óleos além de oferecerem benefícios à saúde cardiovascular, também têm um grande interesse para a saúde da pele e dos cabelos. A pitaya também têm efeito antioxidante e anti inflamatório, além disso apresenta uma boa quantidade de vitaminas do complexo B. Todas estas características em conjunto com os óleos essenciais contribuem para a redução das doenças cardiovasculares, da pressão alta e do colesterol.

Ajuda na perda de peso: Cada 100 gramas de pitaya contém apenas 50 calorias, além disso ela contém duas substancias importantes: a tiramina e o glucagon. A tiramina é conhecida por retirar a vontade de comer doces, o glucagon cria saciedade. Destacam-se também as suas propriedades termogênicas, que aceleram o metabolismo, propiciam mais gasto de energia e levam a uma maior queima de gorduras favorecendo o emagrecimento. Acresce ainda da vantagem de ser rica em fibras, conhecidas por auxiliarem nos processos de perda de peso, pelo facto de criarem a sensação de saciedade, de controlarem os picos de açúcar no sangue e auxiliarem o funcionamento intestinal.

A pitaya melhora o sistema imunológico: A pitaya têm uma forte acção antioxidante, o principal responsável por este benemérito é a vitamina C, que melhora as defesas do nosso corpo e leva-o a ficar mais resistente vários tipos de doenças, sejam infecciosas, sejam degenerativas, além disso também ajuda a desacelerar o envelhecimento precoce. Só para termos uma ideia, 100 gr de pitaya contém aproximadamente 35% da dose diária de vitamina C necessária ao nosso organismo.

Alivia as dores das articulações: Quem sofre de doenças inflamatórias como a artrite deve seguir uma dieta anti inflamatória e a pitaya está dentro dos alimentos com essas características. Ela possui propriedades anti inflamatórios que ajudam a atenuar as dores e os inchaços das articulações.

Trata da pele e dos cabelos: A pitaya têm antioxidantes  que estimulam a produção de colagénio e retardam o envelhecimento. Não é à toa que muitos fabricantes de produtos cosméticos introduzem a pitaya nas suas formulas.
Em casa pode ser usada da seguinte maneira: Amasse uma poção de polpa de pitaya, aplique a papa obtida no rosto e deixe actuar 20 minutos, lave com água fria ou morna. Além de hidratar e regenerar a pele esta mascara ajuda a tratar peles com acne e queimaduras solares.

A pitaya é indicada para diabéticos: Ela possui uma grande quantidade de fibras alimentares não digeríveis, que reduzem a velocidade de absorção dos carboidratos e lipídeos,  ajudando a estabilizar o índice glicémico.

Informações nutricionais da pitaya a cada 100 gr


Energia ---------- 50 calorias
Água ------------- 85,4 g
Proteínas -------- 0,4 g
Gorduras -------- 0,1 g
Carboidratos ---  13,2
fibras ------------ 0,5 g
Vitamina C ----- 4 mg
Cálcio ----------- 10 mg
Fosforo ----------16 mg

Curiosidade sobre a pitaya a fruta do dragão


Ao contrário das maioria das flores, a pitaya só floresce à noite e a polinização das suas flores é feita por seres vivos nocturnos, mais concretamente por morcegos e mariposas.
5.12.17

Benefícios do Umbigo de Vénus (Umbilicus rupestris)

Benefícios Umbigo de vénus Umbilicus rupestris

O Umbigo de vénus Umbilicus rupestris é uma planta que pertence à familia das Crassuláceas. É frequentemente avistada nos muros, nas frestas das rochas, nos troncos das árvores e nos telhados das casas, em zonas húmidas e sombrias, onde poucas plantas se conseguem desenvolver. Na fase inicial apresenta umas folhas verdes, carnudas e tenras e redondas, que fazem lembrar uma cratera. Numa fase mais avançada as folhas apresentam uns tons avermelhados . A planta pode atingir 30 centímetros de altura e começa a florescer em Maio, apresenta rácimos de flores campaniformes de tom rosa esverdeado muito pálido.

Principais benefícios do umbigo de vénus para a saúde


O Umbigo de Vénus é uma planta medicinal com vários benefícios para a saúde, apresenta propriedades cicatrizantes, diuréticas, anti sépticas e anti inflamatórias.
Apesar de haver quem use as suas folhas macias e tenras em saladas, o seu uso é maioritariamente externo.

Nos tempos antigos as suas folhas do umbigo de vénus esmagadas eram usadas em cataplasmas para o tratamento de feridas, queimaduras, frieiras, úlceras cutâneas, picadas de insectos e borbulhas.

Nos meios rurais as folhas do umbigo de Vénus são usadas sobre os ferimentos, com o intuito de aliviar a dor e acelerar a cicatrização. É aplicada a folha sobre a ferida depois de remover a cutícula inferior da planta.

A planta também alivia as picadas de urtiga, esfregue as folhas do Umbigo de vénus sobre as erupções e o alivio será rápido.

Curiosidades sobre o umbigo de vénus


A planta tende a absorver metais pesados, como tal deve ser evitada a sua apanha em locais poluídos e contaminados.

O nome cientifico do umbigo de vénus provem do latim , Umbilicus significa umbigo e deve-se à forma peculiar das suas folhas. O apelido Rupestris significa das paredes e simboliza o seu habitat natural.

O Umbigo de vénus Umbilicus rupestris também é vulgarmente conhecido por bacelos, orelha de monge, sombreirinho dos telhados, bifes, chapéus de parede, cauxilhos, chapéus dos telhados e chapeuzinhos de pastor.