9.8.17

Benefícios do pêssego

Benefícios do pêssego à saúde

O pêssego (Prunus Persica) é um fruto de polpa doce e sumarenta repleto de benefícios para a saúde, ele ajuda a prevenir a pressão alta, ajuda a perder peso, melhora a visão, reforça o sistema imunológico e auxilia na prevenção de diversas doenças como o cancro. Trata-se de um alimento rico em fibras solúveis, em vitaminas, anti oxidantes, minerais e para melhorar aínda contém poucas calorias.

Durante muito tempo acreditou-se que o pessegueiro era originário da Persia, dai o seu nome cientifico Prunus Persica, porém hoje sabe-se que a sua origem é Chinesa. Supõe-se que tenha sido levado da China para a Pérsia e daí se tenha difundido pela Europa.

Principais benefícios do pêssego a favor da saúde 


Previne problemas cardíacos. O pêssego é um fruto rico em potássio, um pêssego médio contém aproximadamente 285 mg aproximadamente 14% da quantidade de potássio que devemos consumir diariamente. Esta condição,  faz dele um bom alimento nos cenários de pressão alta, de problemas cardíacos, no reforço do sistema nervoso e na regularização dos batimentos cardíacos. Além disso apresenta propriedades anti oxidantes que ajudam a reduzir a acção dos radicais livres que podem levar à ocorrência de ataques cardíacos e AVCs. Contém ainda vitamina K, que previne a coagulação interna do sangue e protege contra diversas doenças cardíacas.

Os pêssegos ajudam o corpo a eliminar toxinas. O consumo deste fruto incentiva o bom funcionamento do fígado, do estômago, do cólon e dos rins, ademais esta fruta contém um alto teor de fibras, que ajudam o corpo a libertar-se dos resíduos tóxicos e a proteger o cólon de diversas doenças como o cancro.

Previnem o cancro. Os pêssegos contém ácido fenólico, que ajudam a prevenir o cancro, impedem que as células cancerosas progridam e se espalhem pelo corpo. Segundo alguns estudos o consumo de 2 a 3 pêssegos por dia pode inibir o crescimento das células cancerígenas da mama. Contém também anti oxidantes que inibem a acção dos radicais livres e o desenvolvimento de doenças degenerativas como cataratas, doença de Alzheimer entre outras, além do cancro.

Melhora a saúde e aspecto da pele. Quem não conhece a expressão: Pele de pêssego? Esta afirmação é adequada, não só pelo aspecto aveludado do pêssego, mas também pelos seus benefícios. O facto é que os pêssegos são ricos em anti oxidantes, vitaminas A e C, que são essenciais à vitalidade da pele. A acção destas vitaminas ajuda a retardar o processo de envelhecimento precoce, atrasa a formação de rugas e linhas de expressão e protege a pele da radiação ultravioleta.

Ajuda nos processos de emagrecimento. O pêssego contém poucas calorias, possui um baixo índice glicémico e é rico em fibras, estes atributos proporcionam uma digestão mais lenta e mantém a saciedade por mais tempo. Contém também propriedades diuréticas que ajudam a reduzir o inchaço provocado pela retenção de líquidos. Ademais contém compostos bioativos, que previnem doenças do metabolismo como a obesidade.

Fortalecem o sistema imunológico. Contém ácido ascórbico e zinco, que são essenciais ao sistema imunológico, ajudam a combater infecções e aceleram a regeneração dos tecidos lesionados.

Os pêssegos melhoram a saúde dos olhos. Tal como outros frutos e legumes de cor amarela, os pêssegos são uma excelente fonte de beta caroteno, um composto que melhora a saúde da retina, previne a degeneração ocular, a vista cansada e a cegueira nocturna.

Curiosidades sobre os pêssegos


O pêssego em calda também é saudável, contém fibras e vitaminas A, C e D, contudo deve ser consumido com moderação já que ele contém mais açúcares. Um pêssego natural possui aproximadamente 30,8 Kcal e 6 gr de açúcar, já a mesma quantidade de pêssego em calda possui cerca de 100 Kcal e 24,6 gr de açúcar. Poderá aliviar estas diferenças evitando aqueles enlatados vendidos em supermercados e fazer o sua própria conserva. Veja a receita caseira: Pêssego em calda
29.7.17

Benefícios da língua de vaca (Rumex)

Propriedades e benefícios da língua de vaca (Rumex)

Hoje vamos falar de uma planta que têm dado muito que falar com quem se depara com ela a: Rummex conhecida por Língua de vaca, labaça ou azedinha. Trata-se de uma erva de raiz carnuda e profunda, com uma capacidade de resistência fenomenal, cada fragmento da sua raiz pode originar uma nova planta e as suas sementes chegam a sobreviver até 21 anos com uma capacidade germinativa de 83%. Um verdadeiro pesadelo para os agricultores.

Contudo a Rumex também têm o seu lado bom, ela possui propriedades medicinais de grande interesse na área da saúde é anti bacteriana, adstringente ,diurética, laxante, anti oxidante e tonificante. Estas características  favorecem o tratamento do acne, psoríase, eczema, cancro, doenças venéreas, purificação do sangue, entre outras.

Principais benefícios da língua de vaca (Rumex)


Melhora a função de vários órgãos do corpo. Na medicina popular a língua de vaca é utilizada com o fim de melhorar a função dos rins, do fígado, do intestino e das glândulas linfáticas. A planta ajuda o corpo a desintoxicar-se e inclusivamente a liberta-se de poluentes como metais pesados. Também é útil na eliminação do excesso de ferro armazenado no fígado.

Na forma de cataplasma a Língua de vaca trata inflamações, feridas, eczema, psoríase, sarna, pruridos, irritação e comichão da pele. Prepare o cataplasma, macerando as folhas da língua de vaca até formar uma pasta, depois aplique-a na área afectada duas a três vezes por dia. Também poderá aliviar as dores de cabeça ao aplicar o cataplasma de folhas aquecidas sobre a testa.

Trata cistites, cálculos renais e outros problemas diuréticos. Coloque uma colher de sopa de folhas de língua de vaca picadas numa chávena, acrescente água fervente e abafe. Espere que a infusão amorne e beba 1 a 3 chávenas por dia. Deve evitar tomar após o fim da tarde.

Contra indicações do uso da língua de vaca


As folhas da língua de vaca possuem altas concentrações de oxalato, e quando usadas regularmente ou em excesso podem alterar a absorção do cálcio o que pode levar a sua carência e agravar quadros de pedras nos rins.
Algumas espécies de Rumex, têm sido associadas a cenários de intoxicação nos bovinos e ovinos.

A raiz da lingua de vaca é rica em anti oxidantes, porém o seu consumo deve ser moderado, sob o risco de oferecer alguma toxidade.

Curiosidades sobre a Língua de vaca


Possui folhas ovais com uma textura similar à do agrião. Apresenta um alto teor de celulose, potássio, magnésio e vitamina C. A sua acidez deve-se ao seu teor de bioxalato de potassa (5% a 9%), que também é responsável por parte das suas propriedades medicinais.

Usa-se como condimento na elaboração de vários pratos, cozida ou crua. É frequentemente ligada à cozinha Francesa. A sopa de azedas é um prato comum nalguns países Europeus.

O nome Rumex têm origem no latim onde significa lança, justifica-se pelo facto das folhas desta planta se assemelharem a lanças.

Nos Estados unidos esta planta medicinal usa-se no tratamento de problemas urinários.
No Brasil é emprega-se como anti inflamatório, diurético e laxante.
Na Argentina utiliza-se a decocção das raízes com o fim de tratar diarreias e doença do forro respiratorio.
No Peru é usada como anticéptico.
Os Romanos utilizavam-na com o intuito de melhorar a digestão.

Popularmente a língua de vaca (Rumex) , também é conhecida por Azedinha, Azeda, Labaça, Azeda de Ovelha, Erva, Maria Gorda, Vinagreira ou simplesmente Vinagreira.
17.7.17

Benefícios das folhas de nogueira

Propriedades e benefícios das folhas de nogueira na saúde

A nogueira é uma árvore da família junglandaceae é originária da Europa e da Ásia, que em adulta pode alcançar os 25 metros de altura.
Todas as partes da árvore têm utilidades, sua madeira é de excelente qualidade e muito valorizada no fabrico de moveis.
Os seus frutos as nozes, são muito apreciados e valorizadas pelas suas vantagens para a saúde.
As suas folhas são dotadas de propriedades adstringentes, cicatrizantes, antissépticas, tonificantes, hipoglicemiantes e vermífugas. O seu uso é eficaz no tratamento de vários problemas de saúde: tratam feridas, erupções cutâneas, hemorróides, doenças ginecológicas femininas, reumatismo, diabetes, excesso de transpiração, entre outras.

Principais benefícios das folhas de nogueira


Saúde intima da mulher: As folhas de nogueira são cicatrizantes e ajudam a curar os tecidos da mulher num pós parto e nas feridas causadas pelo herpes genital. Auxiliam também no tratamento de infecções urinárias, doenças do útero e inflamações dos ovários. Para o efeito faz-se um banho de assento.

Contra a queda do cabelo: As folhas da nogueira ajudam a tratar a queda do cabelo acentuada. Lave normalmente o cabelo com shampoo, aplique o condicionador e enxague, no final verta a infusão de folhas de nogueira bem concentrada na cabeça, massaje suavemente o couro cabeludo e seque como habitualmente. Este procedimento também ajuda a eliminar os piolhos.

Problemas intestinais: O chá de folhas de nogueira e a casca da árvore, é usado como adstringente e laxante, ajuda a relaxar as paredes intestinais e facilita a evacuação. Além disso ele também têm efeito vermífugo, ajuda a liminar todo o tipo de vermes.

Prevenção do cancro: Actualmente já foram realizados alguns estudos que ligaram directamente alguns tipos de cancro e outras doenças a parasitas do corpo. Sabe-se que todos os seres humanos têm vermes e numa situação equilibrada o organismo defende-se, porém quando o corpo está debilitado eles podem dar inicio a doenças graves.  Como já referimos as folhas de nogueira e mais propriamente a casca, têm fortes propriedades vermífugas, matam a maioria dos vermes com eficácia, na natureza é uma das plantas mais potentes para este efeito.

As folhas da nogueira são usadas para tingir o cabelo, sendo especialmente eficazes para cobrir cabelos brancos. Coloque dois punhados de folhas de nogueira num litro de água e deixe ferver por uns 15 minutos. Depois de arrefecer e retire as folhas do liquido obtido e aplique-o de um modo uniforme por todo o cabelo. Deixe a infusão actuar por uns 20 a 30 minutos e enxague com água morna.

Tratamento da pele com folhas de nogueira: Em lavagens e banhos a infusão de nogueira ajuda a tratar frieiras, feridas, erupções purulentas, acne, tinha, sarna e reduz o suor excessivo dos pés. Nos bebés ajuda a combater a crosta de leite.

Dores de garganta e problemas de boca: Em gargarejos a infusão de folhas de nogueira ajuda a tratar as gengivas, reduz o mau hálito, as dores de garganta e da laringe.

Receitas caseiras com folhas de nogueira


Infusão de folhas de nogueira para aplicação local: Ferva dois punhados de folhas de nogueira secas com um litro de água. Deixe ferver por 15 minutos, deixe arrefecer e coe a mistura. Aplique normalmente sobre a pele ou cabelo.

Infusão de folhas de nogueira para beber: Ferva uma colher de sobremesa de folhas de nogueira picadas como 250 ml de água. Quando começar a ferver, retire do fogo e deixe em repouso por 5 minutos. Coe e beba 2 a 3 chávenas por dia.

Óleo de folhas de nogueira: Coloque folhas de nogueira dentro de um frasco de vidro e acrescente azeite de oliva. Deixe a macerar por 15 dias e aplique sobre os cabelos e couro cabeludo, massajando suavemente.

Curiosidades sobre a nogueira


O uso da nogueira já vem do passado. Na Roma antiga usavam os frutos da nogueira, as nozes para combater doenças da cabeça. Acreditavam que o fruto pelo facto de ter o formato de um cérebro tinha especial benefícios para este órgão, um facto que a ciência têm vindo a comprovar.

Os Índios já usam as folhas e a casca de nogueira verde há milhares de anos, utilizavam-nos na cura de diversas doenças com resultados positivos.

Na idade média o chá de folhas de nogueira era usado no tratamento da sífilis.

Segundo uma lenda cristã, quando Adão e Eva foram expulsos do paraíso, Eva arrecadou uma grande quantidade de folhas de nogueira, pela possibilidade de estas lhe poderem serem necessárias.

Contra indicações das folhas de nogueira


Elas devem ser evitadas por lactantes, gestantes e por crianças com idades inferiores a 10 anos. Pessoas com estômago sensível, também devem ter um cuidado especial com o chá de nogueira, pela possibilidade de causar mau estar e vómitos.
11.7.17

Benefícios das folhas de batata doce

Benefícios das folhas de batata doce

Já todos ouviram falar dos benefícios da batata doce, mas sabiam que as folhas também são possuidoras de grandes méritos? É isso mesmo, as folhas das batatas doces são comestíveis e possuem uma grande quantidade de nutrientes essenciais ao nosso organismo. São uma excelente fonte de anti oxidantes, Vitamina C, Ácido Fólico, Niacina, Ácido folico, Riboflavina e outras Vitaminas como a A, K e complexo B. São aínda uma notável fonte de minerais como: cálcio, ferro, zinco e cobre.

Segundo um estudo norte Americano publicado na revista HortSience,  toda a planta de batata doce é rica em ácido ascórbico, Tiamina, Riboflavina e vitamina B6, no entanto as concentrações variam conforme as partes da planta.

As folhas de batata doce são ricas em várias substancias que lhe conferem benefícios: anti inflamatórias, antimutagênicas, anticancerigenas, antidiabéticas. Estas propriedades são de extrema importância no que se trata de prevenção de várias doenças como as degenerativas e o cancro, entre muitas outras.

Os principais benefícios das folhas de batata doce para a saúde


Combatem o envelhecimento precoce e todas as doenças que dai advém: As folhas de batata doce são ricas em polifenóis, substancias anti oxidantes que combatem o envelhecimento precoce e vários tipos de doenças das quais de destacam as degenerativas e vários tipos de cancro.

Contra gripe e constipações: As folhas de batata doce melhoram o sistema imunológico, um factor de grande importância quando se trata de combater gripes e constipações entre outras doenças.

Melhoram a saúde dos ossos: Elas são ricas em Vitamina K, que é essencial para a construção de ossos fortes, optimiza a fixação do cálcio nos ossos e deste modo melhora a densidade óssea e previne a osteoporose.

Previnem algumas doenças do coração: A batata doce é rica em vitamina K,  a prevenir a arteriosclerose e a calcificação das artérias, além disso também ajuda a reduzir a inflamação e a equilibrar  a pressão sanguínea, Encontramos também esta vitamina em grandes quantidades na couve de bruxelas e nos: brócolos.

Infusão de folha de batata doce


O chá, ou melhor a infusão de folhas de batata doce ajuda a desinflamar a garganta, alivia as dores de dentes, cura feridas da boca, problemas de gengivas e ajuda a acelerar a cicatrização após a extracção de dentes. O método consiste em fazer bochecho da infusão das folhas de batata doce várias vezes ao dia.

Melhoram o funcionamento do sistema digestivo: O chá de folhas de batata doce alivia as dores de estômago, reduz as náuseas e a diarreia.

Esta mesma infusão também serve para curar frieiras. Lave os pés com ela e mantenha-os mergulhados por uns 10 minutos, depois seque-os bem.

Preparação da infusão: Aqueça o equivalente a uma chávena de água. Coloque uma folha de batata doce, abafe e deixe a macerar por 10 a 15 minutos. Coe e beba de seguida.
Esta infusão é tomada 3 vezes ao dia.

Curiosidades sobre as folhas de batata doce


Nalguns meios rurais dá-se chá de folha de batata doce aos animais que se suspeita terem comido algo envenenado. Segundo a experiência deles as chances dos animais sobreviverem são muito maiores.

Com um sabor delicado e textura macia as folhas de batata doce cozidas ou salteadas prestam-se à substituição de outros legumes em vários tipos de pratos, com a vantagem de serem mais ricas em nutrientes e possuírem mais fibras que a maioria dos vegetais.
LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...