9.2.13

Benefícios da Aloé Vera para a saúde

Os benefícios do aloé vera na saúde e na beleza

A aloé vera (Aloe Arborescens) é uma planta conhecida e utilizada há milhares de anos em fins terapêuticos. Sabe-se que os povos gregos, egipcios e chineses, entre outros, já conheciam as suas virtudes.Temos o exemplo do Frei João que conbinava a baba de aloé vera com mel puro, uma mesinha caseira que promete milagres na saúde.

Falamos de uma planta que também é conhecida por babosa, com vantagens em diversas aplicações na área da saúde e da beleza. Goza da fama de ter sido utilizada pela Cleópatra pelas sua propriedades rejuvenescedoras comprovadas.

A mucilagem encontrada dentro das folhas de aloé vera é muito rica e nutritiva. Entre os seus componentes encontramos minerais como: o potássio, o cobre, o fosforo, o manganês, o sódio, enzimas, aminoácidos, polissacarídeos, saponinas e uma grande variedade de vitaminas.

Principais benefícios da aloé vera


Reduz as inflamações e alivia as dores, incluindo as da artrite. Análise realizadas recentemente revelaram que, a aloé vera é capaz de inibir a dor devido aos seus componentes activos e ao seu poder anti inflamatório. Com uma boa capacidade de penetração a aloé vera consegue controlar dores superficiais através da aplicação dermatológica.

A aloé vera é dotada da ação queratolítica, uma propriedade que permite a produção de novas células e a renovação dos tecidos. Uma capacidade muito favorável na recuperação de queimaduras e de feridas superficiais.

Nutre a pele em profundidade, retarda o envelhecimento precoce, previne as rugas e amacia a pele.Estas capacidadades devem-se ao seu conteudo em ninerais, aminoácidos, às suas propriedades cicatrizantes, hidratantes e regeneradoras. 
A aplicação de uma mascara facial de baba de aloé vera é bastante satisfatoria e os resultados são a curto prazo. Basta aplicar a baba na pele e deixar actuar até secar e lavar a cara como habitualmente.

Reduz o crescimento dos tumores cancerígenos. Segundo alguns estudos a aloé vera possui uma grande capacidade de favorecer a elevação do sistema imunológico, indispensável na destruição dos tumores.

Trata ulceras e doenças intestinais. As capacidades regenerantes da aloé vera influenciam a cicatrização de ulceras e de outras anomalias digestivas.

Reduz a incidência de doenças cardiovasculares. Melhora a fluidez do sangue, favorece a diminuição do colesterol e melhora a circulação sanguínea e a oxigenação das células.


Tratamento dos cabelos com aloé vera


A aloé vera têm uma importante capacidade de controlar a seborreia e a caspa no couro cabeludo e aínda têm acção hidratante e regeneradora para os fios capilares, que potencia a suavidade e o brilho dos cabelos. 
Devido à sua acção estabilizadora que lhe permite repor o que está em falta e retirar o que está em excesso, a aloé vera pode ser usada em cabelos oleosos ou secos. 

Fortalece os cabelos, previne e retarda  a queda. Nutre os folículos capilares, favorece o crescimento e a nutrição dos cabelos.

Retire a baba que se encontra no interior da folha de aloé vera e bata-a no liquidificador. Aplique-a no couro cabeludo e nos cabelos, deixe actuar por 30 minutos e lave a cabeça. Conforme a necessidade, repita o processo uma vez por semana ou de 15 em 15 dias.

Já que o assunto é cabelos, saiba que o aloé vera também lhe pode proporcionar pestanas mais fortes, devido aos mesmos benefícios que oferece ao cabelo. 
Recupere um tubo de rimel vazio, com a respectiva escova, lave-o bem e encha-o com a baba de aloé vera e umas gotas de óleo de rícino. O processo de enchimento não é fácil, eu sugiro que encha o tubo do rimel com ajuda de uma seringa sem agulha. 
A adição do óleo de rícino vai potenciar o fortalecimento das pestanas, já que ele é um forte aliado da saúde dos cabelos no geral. Sugiro que leia:óleo de rícino um poderoso aliado do cabelo
Use normalmente como se de rimel se tratá-se, faça a ultima aplicação à noite antes de dormir. Guarde o tubo no frigorífico. 


Como retirar e consumir o gel do aloé vera


Escolha a folha mais madura da planta e retire-a puxando-a com cuidado. Depois do corte começará a fluir uma resina amarelada. Mantenha a folhar na vertical por uns segundos até que toda a resina saia, já que esta esta não têm interesse para o consumo interno.
Coloque a folha sobre uma tábua e corte as extremidades com picos.
De seguida abra a folha em todo o comprimento e corte a parte transparente.
Essa parte transparente é a parte comestível, é ligeiramente amarga mas misturada num batido quase não se nota. Este gel de aloé vera, pode ser cortado e congelado, deve ser guardado até um maximo de 6 meses.
Caso pretenda apenas a baba, ao invés de cortar o interior da folha com uma faca, raspe o gel de aloé vera com ajuda de uma colher.


Nenhum comentário:
Postar um comentário

LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...