Benefícios do dente de leão

Benefícios e propriedades do dente de leão

O dente de leão (Taraxacum officinale) pertence à familia das Asteraceae, é considerado como uma planta daninha, porém é uma excelente planta medicinal. Já era conhecido pelos médicos da antiguidade e era usado em quase todos os tratamentos médicos da idade média. Depois foi um pouco esquecido, voltando a ser usado no inicio do século XX. Tornou-se tão reconhecido pelas suas propriedades terapêuticas que passou a chamar-se taraxoterapia.

Na composição do dente de leão destacam-se os taninos ácidos fenólicos, resina, inulina, cumarinas, inositol, carotenoides. É rica em cálcio, ferro, magnésio, potássio, sílica e ainda vitaminas A, B, C.

Indicações medicinais do dente de leão: Gota, anemia, infecção da bexiga, acne, arteriosclerose, cistite, eczema, diarreia, celulite, diabetes, reumatismo, constipação, cirrose, vesícula preguiçosa, obesidade, dismenorreia, piorreia, edema, varizes, verrugas, irritações da pele, cálculos biliares.

Propriedades medicinais do dente de leão


As folhas do dente de leão são ricas em betacaroteno, que é a vitamina A, contida nos frutos amarelos e vegetais verdes. Segundo a American Cancer Society, o consumo destes vegetais poderá contribuir para diminuir alguns tipos de cancro.

O dente de leão é considerado um excelente diurético, pelo facto de não causar a perda de potássio. A razão está no seu alto teor neste elemento.
Reduz o volume de líquidos no organismo e consequentemente do inchaço. É útil no tratamento do reumatismo, gota, arteriosclerose e hipertensão.

Melhora a saúde cardiovascular. Segundo um estudo publicado no Internacional Journal of Molecular Science, o dente de leão reduz  eficazmente o colesterol e os triglicéridos, podendo também prevenir a aterosclerose, caracterizada pela formação de placas nas artérias. Reduz a gordura das vísceras e elimina-a através das fezes.

Melhora a saúde e a função do figado. O dente de leão é indicado em várias patologias do figado. Ajuda a desobstruir os canais biliares e têm uma forte ação anti inflamatória, que desinflama  e ajuda a tratar ou atenuar várias doenças do figado como: cirrose, hepatite. 

Previne alergias. O dente de leão regula o sistema imunológico, ajuda a equilibrá-lo e evita que ele tenha uma reação exagerada sobre os agentes alérgenos. Deste modo previne vários tipos de alergias como rinite alérgica, asma e bronquite alérgica.

Purifica o sangue: O dente de leão atua no figado e na vesícula, aumenta a função dos órgãos e ajuda a reduzir a ureia do sangue, o ácido úrico, o colesterol. O chá d dente de leão é igualmente indicado nos períodos de exageros alimentares, ou após os abusos de substancias prejudiciais ao organismo como o caso de medicamentos.
Trata verrugas e outros problemas de pele. A seiva leitosa dos pedúnculos do dente de leão é boa para tratar verrugas, quando aplicada diretamente sobre elas.. Usadas de forma externa em lavagens, as infusões ajudam a tratar doenças de pele e erupções cutâneas. Usado sob forma de loção é utilizado na limpeza de peles com acne.

A infusão do dente de leão auxilia

Dente de leão

- O fluxo da bílis
- As defesas do organismo
- A digestão
- O mau funcionamento da vesícula
- Evitam formação de cálculos
- Ajuda a digerir as gorduras
- A purificação do sangue

Outras formas de consumir o dente de leão


As folhas do dente de leão são comestíveis, apresentam um valor interessante de vitamina A, B e C, são igualmente ricas em ferro e potássio. Podem ser consumidas cruas em saladas ou em sumos detox. Podem ser cozinhadas, refugadas ou salteadas, como se faz com o espinafre (Benefícios do espinafre). Geralmente s folhas mais maduras, costumam ser mais amargas e são escolhida para cozinhar, já as mais jovens e tenras, são indicadas ao consumo em cru.

Apesar do dente de leão ser muitas vezes apelido de serralha e ser confundido com ela, não são a mesma planta. Têm propriedades medicinais parecidas e pertencerem à mesma família, mas apresentam várias características que os distinguem. A serralha quando jovem é semelhante ao dente de leão, porém quando cresce emite um cule longo e oco que gera cachos de flores amarelas nas extremidades. Já o dente de leão não emite apenas uma flor por haste.

Nomes populares: Dente de leão, pára quedas, taraxaco, taráxaco, amor de homem, dente de leão do jardim, coroa de monge, relógio dos estudantes, leutodonte,  alface de cão, salada de toupeira, quartilho, salada de toupeira, amargosa, esperança, chicória louca, chicória silvestre, soprão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...