8.6.13

Benefícios do dente de leão

Benefícios e propriedades do dente de leão

O dente de leão considerado uma planta daninha, já era conhecido pelos médicos da antiguidade. Era usado em quase todos os tratamentos médicos da idade média. Depois foi um pouco esquecido, voltando a ser usado no inicio do século XX. Tornou-se tão reconhecido pelas suas propriedades terapêuticas que passou a chamar-se taraxoterapia.

Na composição do dente de leão destacam-se os taninos ácidos fenólicos, resina, inulina, cumarinas, inositol, carotenóides. É rica em cálcio, ferro, magnésio, potássio, sílica e ainda vitaminas A, B, C.

Propriedades medicinais do dente de leão


As folhas do dente de leão são ricas em betacaroteno, que é a vitamina A, contida nos frutos amarelos e vegetais verdes. Segundo a American Cancer Society, o consumo destes vegetais poderá contribuir para diminuir alguns tipos de cancro.

O dente de leão é considerado um excelente diurético, pelo facto de não causar a perda de potássio. A razão está no seu alto teor neste elemento.
Reduz o volume de líquidos no organismo e consequentemente do inchaço. É útil no tratamento do reumatismo, gota, arteriosclerose e hipertensão.

Dente de leãoA seiva leitosa dos pedúnculos do dente de leão é boa para tratar verrugas. Usadas de forma externa em lavagens, as infusões ajudam a tratar doenças de pele e erupções cutâneas. Usado sob forma de loção é utilizado na limpeza de peles com acne.

As infusões  de dente de leão auxiliam

-O fluxo da bílis
-A digestão
-O mau funcionamento da vesícula
-Evitam formação de cálculos
-Ajudam a digerir as gorduras
-A purificação do sangue


Nenhum comentário:
Postar um comentário

LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...