18.3.14

Benefícios do ovo para a saúde

Os benefícios do ovo quando consumidos de forma equilibrada

Os benefícios do ovo quando consumido de forma equilibrada, ultrapassam as expectativas. É um alimento barato com apenas 70 calorias, tal como a carne é uma boa fonte de proteínas, mas com a vantagem de conter poucas gorduras saturadas. Um ovo contém 5 gramas de gordura e apenas 1,5 é de gordura saturada.


É aconselhado o consumo diário de um ovo, mas ingeri-lo 3 a 4 vezes por semana já acarreta bons resultados. Diz-se que os ovos fazem colesterol, porém não há uma investigação que aponte para essa afirmação.

Os benefícios do ovo na perda de peso


Alguns estudos levam a crer que os ovos podem ajudar na perda de peso. Uma pesquisa feita a um grupo de pessoas de ambos os sexos, entre os 25 e os 60 anos, revelou que após 8 semanas, ao ingerir um ovo todas as manhas, perdeu uma percentagem de 65% de peso a mais do que um grupo que ingeriu pão tradicional americano. Este estudo também revelou uma redução de cintura de 34% maior no grupo que ingeriu ovo em comparação aos demais voluntários.
O mesmo estudo revelou que os ovos ingeridos logo pela manhã permitem criar mais saciedade, levando as pessoas a consumirem menos calorias durante o dia.

11 razões para incluir os ovos na sua dieta


1-Por ser uma boa fonte de triptofano, um aminoácido percursor da serotonina, uma substancia que está associada ao bem estar, os ovos são capazes de reduzir a ansiedade.

2-De acordo com um estudo, o consumo de 1 ovo por dia pode prevenir o aparecimento da degeneração macular e cataratas. Os carotenoides, mais especificamente a luteína e zeaxantina, são os responsáveis por esta acção.

3-A gema é rica em vitaminas A,B,E,K,D, zinco, selênio e ferro, substancias capazes de combater o envelhecimento precoce.

4-Os ovos contém gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas que ajudam a diminuir os níveis do mau colesterol e aumentar do bom.

5-A clara de ovo é uma boa fonte de leucima, um aminoácido que ajuda a manter a massa magra, diminuindo o espaço da massa gorda é especialmente indicada para os desportistas, por  ajudar na restauração e recuperação dos músculos.

6-O ovo possui colina, um nutriente essencial que contribui ao bom funcionamento do cérebro. Ajuda inclusive na formação de novos neurónios, muito indicada para doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e Parkinson. Outro beneficio da colina é o facto de também auxiliar a  memoria e a concentração.

7-Por criar saciedade e proporcionar uma digestão lenta é um bom aliado nas dietas de emagrecimento.

8-O ovo possui vitamina D, conhecida pela sua boa contribuição na saúde óssea. Também auxilia na secreção de insulina e de hormônios da tiróide. Alias os ovos são o único alimento a conterem a vitamina D de uma forma natural.

9-Os carotenoides antioxidantes luteína e zeaxantina, presentes na gema do ovo, actuam na protecção da região macular da retina, atenuando a degeneração macular que ocorre com o passar da idade.

10-Todo o ovo contem acido folico, uma vitamina muito útil no combate da anemia, e na prevenção de problemas cardiovasculares, derrames, e no controle da  hipertensão e ainda reduz o risco de Allzheimer.

11-Os ovos promovem a melhoria da saúde do cabelo e das unhas. A explicação está no seu elevado teor de enxofre e na grande variedade de vitaminas e minerais.

Mitos sobre o ovo


Por muitos anos o ovo foi considerado um vilão,  principalmente na sua má fama com o colesterol alto. Actualmente sabe-se que é uma boa fonte de proteína e outros nutrientes essências tais como ácido fólico, zinco, ferro, manganês e potássio.

Segundo um estudo da Harvard School of public Health não há ligação entre a ocorrência de doenças cardíacas e o consumo do ovo.

Diz-se que a gema do ovo faz mal e a clara do ovo faz bem. Na realidade a maior parte dos nutrientes encontra-se  na gema, já a clara contem diversos tipos de proteínas. 
Duas claras por dia contém a quantidade suficiente de proteínas e não convém ultrapassar, já que o excesso pode sobrecarregar os rins. 

Conselhos e dicas sobre os ovos

  • A clara deve ser evitada por crianças com menos de um ano e por pessoas com histórico de alergias alimentares.
  • Dê preferência aos ovos caseiros, estudos revelaram que estes possuem cerca de 3 a 4 vezes mais  vitamina A e contém menos resíduos de antibiótico e  outros produtos químicos.
  • Evite as frituras, dê preferência a ovos cozidos, escalfados ou omeletes preparadas com um fio de azeite.
  • Nunca lave o ovo antes de guardá-lo, este procedimento elimina a película natural que protege a casca e propicia a sua contaminação por microorganismos. A recomendação é lava-lo no momento antes de o usar.
  • Não dê importância à cor da casca, esta apenas indica a raça da galinha.
  • Evite o consumo de ovo cru, este pode conter salmonelas, causadoras da salmonelose com sintomas de febre, vómitos e diarreia.
  • Guarde os ovos no fresco.
  • Na hora da compra verifique se a casca está intacta, sem rachaduras e limpa.
  • Depois de aberto, verifique se o ovo apresenta uma clara espessa e viscosa e a gema firme, centralizada e redonda. 
    Nenhum comentário:
    Postar um comentário

    LinkWithin
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...