Benefícios da Carqueja para a saúde

A Carqueja (Baccharis trimera) é uma planta perene bem conhecida dos nossos antepassados, que pertence à família das Asteraceae. Caracteriza-se como um pequeno arbusto que normalmente não ultrapassa um metro de altura, possui hastes ramificas, com asas menbranáceas descontinuas e verdes, as flores são brancas ou  amarelas, surgem na Primavera e no Verão. Geralmente encontra-se em terrenos baldios ou no meio das matas.

A carqueja é muito reconhecida pelas suas variadíssimas aplicações terapêuticas, na sabedoria popular ela é denominada de: planta que cura todos os males. Todas as partes da planta são usadas, embora as flores de carqueja sejam a mais utilizada.

Propriedades medicinais: Anti inflamatórias, hepatoprotetoras, tonificantes, diuréticas, sudorificas, antipiréticas, anti gripais, hipoglicêmicas, laxantes, depurativas, vermifugas, emagrecedoras, aromáticas.

Indicações terapêuticas: Doenças do figado, afecções da vesícula biliar, afeções da pele, digestões difíceis, gastrite, estados gripais, asma, bronquite, reumatismo, prisão de ventre, diarreia, vermes intestinais, doenças da bexiga, colesterol alto, obesidade e sobrepeso.


Principais benefícios e propriedades da carqueja


A infusão de carqueja é usada como digestivo, anti inflamatório intestinal, analgésico gástrico e como laxante. protege as paredes do estômago e ajuda a prevenir o aparecimento de ulceras. Ajuda a tratar problemas digestivos como má digestão, azia, inflamações intestinais e prisão de ventre. Conta ainda com ação vermifuga que possibilita a eliminação dos vermes intestinais.

Protege o figado e a vesícula. A carqueja auxilia a reestabilisar as funções do figado, promove a desintoxicação, melhora os quadros da vesícula preguiçosa e estimula a eliminação de pedras.

Entre as várias finalidades da carqueja, encontra-se a sua ação na redução da glicose sanguínea, sendo uma boa coadjuvante no tratamento da diabetes. O ideal é consumir pequenas poções de chá de carqueja, distribuídas ao longo do dia. Contudo é preciso algum cuidado com o efeito hipoglicemiante, é necessário um controle dos níveis glicêmicos, de modo a prevenir baixas significativas, que podem provocar hipoglicemia. Consulte o seu médico e peça aconselhamento.

O chá de carqueja também é apontado como um auxiliar na perda de peso. Isso deve-se ao facto de ele possuir ação termogénica, uma qualidade que permite aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, permitindo um maior gasto de energia. Acrescenta ainda propriedade diuréticas que ajudam a eliminar o excesso de líquidos no corpo, permitindo reduzir o inchaço provocado pela retenção de líquidos. Leia sobre: (Erros que deve evitar se pretende emagrecer)

A carqueja é altamente reconhecida no tratamento das doenças respiratórias. A infusão das flores da carqueja é usada no tratamento de gripes, bronquites, asma, irritações da garganta, amigdalites, tosse, sinusite e redução da febre.

O chá de carqueja funciona como um tônico geral, apresenta um efeito estimulante, ação vasodilatadora, promove o bom funcionamento do sistema circulatório, restabelece o cansaço físico e melhora o desempenho sexual.

Apresenta um importante efeito antioxidante, que lhe permite combater o efeito dos radicais libres, responsáveis pelo envelhecimento precoce e pelo aparecimento de doenças associadas, onde se incluem as doenças degenerativas.

Quando usada sob a forma de cataplasma sob a superfície da pele, trata e acelera a cicatrização das feridas. A infusão das raízes da carqueja quando aplicada na pele auxilia reduz a inflamação e o aparecimento do acne. Leia sobre: (Acne - causas e tratamentos)

Como preparar o chá de carqueja


A infusão de carqueja é feito na proporção é de 20 gramas da planta picada para um litro de água.
Coloque a carqueja na água fervente. Abafe por uns cinco minutos e de seguida coe. Apesar do chá possuir um sabor meio amargo, deve evitar adoçá-lo.
Não exceda a toma diária de 3 chávenas de chá, faça-o por um período curto e não prolongue o tratamento.

Efeitos colaterais e contra indicações da carqueja


A toma de produtos à base de carqueja é desaconselhada a gestantes e lactantes, sob o risco de toxidade importante, seja para a mãe ou ao desenvolvimento fetal . Doses elevadas podem baixar em demasia a pressão arterial ou podem provocar hipoglicemia.

Curiosidades sobre a carqueja


Para além do do seu uso medicinal, esta planta têm sido utilizada como forragem na alimentação do gado, na fabricação de vassouras rusticas e na aromatização de licores caseiros. A carqueja também tem o seu espaço na culinária, ela entra no tempero de variadíssimos pratos, sendo um condimento importante nos pratos de coelho e no arroz de carqueja, as flores são comestíveis e podem ser incluídas nas saladas.

No campo mistico o chá de carqueja trás tolerância, paciência e ajuda a afastar o sentimento de solidão. É também usado em pessoas possessivas e arrogantes, atua contra o poder do ego, do egocentrismo e narcisismo.

A carqueja está presente em várias partes ocidentais da península Ibérica e no norte de Africa. Em Portugal é encontrada ao longo do território, principalmente nos meios montanhosos. No Brasil a carqueja foi introduzida pelos escravos Africanos.

Nomes populares: Carqueja, erva carqueja, flor de cargeija, querqueijeira, bacanta, bacárida, cacália, cacália amarga, carqueja amarga, vassoura, tojo, carquejinha, três espigas.

Foto da Pixabay

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...