Pólen de abelha

Pólen de abelha, os benefícios na saúde

Os produtos apícolas têm-se revelado como poderosos alimentos no mundo inteiro, dentro deles destaca-se o pólen que é considerado um dos alimentos mais ricos e valiosos encontrados na natureza, têm quase todos os nutrientes que um ser humano necessita. Ele contém substancias que outros produtos de origem animal não têm, na verdade ele contém mais proteínas e aminoácidos do que qualquer fonte de carne, queijo ou ovos.
Além disso o pólen de abelha detém qualidades importantes que beneficiam a saúde como propriedades antioxidantes, anti inflamatórias, energizantes e antianémicas.

Principais benefícios do pólen de abelha para a saúde


Os benefícios do consumo de pólen de abelha são vários, alguns estudo realizados têm comprovado que este super alimento é capaz de prevenir problemas da próstata, previne o envelhecimento precoce, a aterosclerose, ajuda a combater e a atenuar a acção das bactérias, reduz a acção excessiva do organismo face a algumas alergias e previne vários tipos de cancro.

Regula o sistema imunitário: O pólen de abelha é rico em vitaminas, minerais e proteínas que ajudam na formação de anticorpos. Além disso o pólen de abelha é excelente para a flora intestinal e consequentemente melhora o sistema imunitário.

Energia: O pólen de abelha é um alimento de valor energético elevado, 100 gramas contém aproximadamente 260 calorias. Ele é rico em carboidratos, proteínas e vitaminas do complexo, que ajudam a impulsionar a energia, regulam o metabolismo, melhoram o humor e aumentam a resistência dos atletas, aumentam a libido e combatem os sintomas de cansaço.

Melhora os sintomas de menopausa: Segundo algumas experiências, o pólen de abelha misturado com mel melhora significativamente os sintomas da menopausa. Ao que parece esta mistura foi administrada a mulheres que sofriam de cancro da mama e que devido aos tratamentos hormonais sofriam dos sintomas de menopausa, a maioria delas mostraram melhoras. Também é de salientar que o mel só por si mostra resultados positivos nesta área.

 Anemia: O pólen de abelha ajuda a tratar anemias, inclusive as mais profundas, ele eleva rapidamente a taxa de hemoglobina no sangue.

Curiosidades sobre o pólen de abelha


Os antigos Egípcios chamavam-no de: O pó que dá a vida. E Hipócrates e Plínio prescreviam-no aos seus doentes.

A acção do pólen no organismo não é instantânea, dá-se progressivamente, ou seja os benefícios só serão notados ao fim de duas a três semanas.

O pólen de abelha distingue-se do das flores pelas transformações que passa ao ser colectado pelas abelhas, que reúnem os pequenos grãos e os transformam-nos em esferas. Uma abelha leva aproximadamente oito horas por dia durante um mês a produzir uma colher de chá de pólen e já agora saiba que uma bolinha contém aproximadamente dois milhões e meio de grãos de pó.

A sua coloração depende da origem floral, daí a diferença na tonalidade dos grãos, porem a cor não interfere com a qualidade do produto. Contudo a variação nutricional pode variar consoante o tipo de flor escolhida pelas abelhas.

Como consumir o pólen de abelha


Por norma a dosagem diária aconselhada é de uma colher de chá por dia, contudo o ideal será começar por 1/8 de colher de chá e ir aumentando caso não se verifique nenhuma reacção adversa. O excesso deste alimento pode levar a efeitos indesejáveis como inchaço abdominal, desconforto no estômago e diarreia.
O pólen de abelha pode ser consumido no estado natural, em iogurtes, em sumos, misturados com cereais, entre várias outras opções.


Contra indicações do pólen de abelha


O pólen de abelha não deve ser consumido por crianças com idade inferior a dois anos, nem por pessoas que tomem anticoagulantes. Também deve ser evitado por mulheres grávidas ou que estejam  a amamentar.

Apesar de possuir propriedades antialérgicas, a toma de pólen deverá ser feita com cuidado sob risco de provocar algumas algumas reacções adversas, principalmente em indivíduos com alergia ao pólen e ao mel. Na generalidade quem é alérgico ao mel, tende a reagir mal ao pólen de abelha, estas pessoas podem desenvolver sintomas que poderão ser leves ou graves, conforme a sua intolerância.

Em caso de alergia as reacções adversas do pólen podem levar a comichão, vermelhidão, falta de ar ou em casos mais graves a anafilaxia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...