7.2.17

Benefícios do mangericão

Benefícios e propriedades do mangericão

O manjericão uma planta medicinal com grande popularidade como erva culinária e mística. Há séculos que ele é utilizado por várias culturas, em fins medicinais, místicos, religiosos e culinários. É utilizado no alivio de inflamações dos brônquios, espasmos gástricos, gases intestinais, depressão, insónias e vertigens entre outros.
O manjericão é principalmente reconhecido pelas suas propriedades desintoxicantes, antissépticas, calmantes e expectorantes. Oferece vários nutrientes essenciais ao corpo e à mente, inclui vitaminas A, C e K e magnésio, manganês, cálcio, cobre, potássio, ferro e betacaroteno.

As propriedades medicinais e os benefícios do manjericão


Tratamento de gripe e resfriados: O manjericão melhora o sistema imunológico e contém propriedades antibacterianas, antissépticas e anti inflamatórias, que ajudam a proteger o organismo das infecções. Esta planta medicinal também é sudorífica e diurética, ajuda a baixar o febre, a congestão, a tosse e o nariz entupido.
É recomendado beber em infusão ou mastigar as folhas da planta.

Trata problemas de estômago: O manjericão melhora a saúde do sistema digestivo, combate dores de estômago, acelera a digestão e estimula o apetite. Impede o inchaço, evita  acidez, o vomito, as cólicas intestinais e a diarreia.

Melhora a saúde do coração: O manjericão contém magnésio, que melhora a capacidade e flexibilidade dos vasos sanguíneos, consequentemente beneficia a circulação sanguínea e reduz a tensão elevada. Esta erva medicinal também contém anti oxidantes que ajudam a reduzir o mau colesterol e aumentar o bom, prevenindo a formação de placa e acumulo de gordura nas paredes das artérias.

Prevenção de doenças degenerativas: O manjericão possui compostos fenólicos com uma grande capacidade antioxidante, que atum sobre os radicais livres impedindo os seus efeitos adversos como o envelhecimento precoce e certas doenças degenerativas como o cancro, doenças cardiovasculares e as neurodegenerativas como o Alzheimer e o Parkinson.

Melhora a saúde bocal e reduz o mau hálito: Mastigar manjericão restringe a evolução dos germes instalados na boca, reduz a inflamação das gengivas, atenua as dores de dentes e elimina o mau hálito.

Benefícios do manjericão na pele: Esta erva medicinal contém propriedades antissépticas e antibacterianas, que ajudam a melhorar várias adversidades da pele. Deve ser amassado e aplicado directamente sobre picadas de insectos, acne, feridas e eczema. Devem contudo ter algum cuidado, pela possibilidade de causar alergias em pele mais sensível.

Acalma e trata os seios doridos e gretados: Tradicionalmente o manjericão é usado sobre os seios doridos e gretados depois da amamentação. Emprega-se a pasta das folhas em compressas sobre o peito das mães.

Os poderes ocultos e mágicos do manjericão


Acredita-se que o manjericão atrai a boa sorte, traz paz, dinheiro e felicidade. Protege contra todas as formas de mal e evita discussões.

É costume colocar vasos de manjericão pela habitação, afim de evitar a entrada de energias negativas. Quando dado em presente ele aporta boa sorte para uma casa nova.

Quando colocado nos bolsos, atrai riqueza. Também é utilizado nos estabelecimentos comerciais, com o intuito de atrair lucros e fregueses.

Curiosidades sobre o manjericão


O manjericão é uma planta herbácea da família das mentas, que também são lamiáceas. Existem cerca de 150 variedades, todas elas com propriedades semelhante, sendo uma delas o nosso manjerico dos santos populares. É originário do Médio Oriente, e da Índia e da região Mediterrânica.

Alega-se que crescia manjericão ao redor do túmulo de Jesus Cristo após a sua Ressurreição. Por tal aínda hoje se usa as suas folhas para benzer a água nas igrejas Ortodoxas e colocam-se vasos desta planta no altar.

Na Índia o manjericão é conhecido por tulsi (Ocymum demiflorum), é considerado uma planta sagrada, fundamental ao crescimento e equilíbrio espiritual . É habitualmente plantado à volta dos templos.

Também os antigos Gregos e Romanos o tinham como uma planta simbólica, acreditavam nos seus poderes de reconciliação. Ainda hoje o manjericão, mais propriamente o manjerico dos Santos populares,  marca a sua presença nas aldeias Gregas, onde deixa a pairar no ar o sua doce fragrância. São plantados à entrada das casas com o fim de dar as boas vindas e de afastar as moscas.

Aplicações do manjericão na culinária


O manjericão combina muito bem com queijo fresco, com tomate e derivados, é a erva aromática de excelência para aromatizar molhos de tomate, pizzas e massas. Enriquece as saladas, sopas, pratos de porco, de cordeiro e pratos Italianos.
A fim de manter a frescura, aroma e propriedades, é recomendado que seja acrescentado aos pratos,só na etapa final da receita.

Como preparar a infusão de manjericão


Para fazer esta infusão vai necessitar de:

10 folhas de manjericão (aproximadamente)
1 litro de água e uma chávena de água

Leve a água ao lume até atingir a fervura. Desligue o calor e acrescente as folhas de manjericão limpas, tape e deixe descansar por aproximadamente 10 minutos. Coe e beba normalmente.
Nenhum comentário:
Postar um comentário

LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...